Radio Estação Brasil
Publicidade
Publicidade
Nossa Localizacao
Diadema/SP
Facebook ganha post de imagens que somem em 24 horas, câmera com novos efeitos e muda app; veja
28/03/2017

O facebook libera nesta terça-feira (28) para todos os usuários do mundo uma reformulação do aplicativo, que trará o novo modo de compartilhamento de imagens que ficam no ar só 24 horas, uma nova câmera cheia de recursos e uma forma de enviar conteúdos diretamente (e de forma privada) a amigos. Chamada de Facebook Stories, a principal novidade é o novo formato de envio de fotos e imagens, que nasceu no Snapchat e começou a ser importado pelo Facebook para todas as suas plataformas, como o Instagram (Stories), WhatsApp (Status) e Messenger (Messenger Day). Com as Stories, o Facebook transforma a câmera no ponto de partida de boa parte das ações dentro de app e deixa as palavras de lado. “Os vídeos são o centro dos nossos apps”, resume Sachin Monga, gerente de produto do Facebook, ao G1. “Se você pode pensar na evolução das ferramentas de compartilhamento, quando começamos, muitos usavam só o texto para compartilhar na internet. Por isso, a ferramenta principal para isso era uma caixa de texto em branco”, afirma. “Você vê que a câmera é o novo centro de todos os apps sociais.”   As imagens registradas e produzidas pela câmera podem ser publicadas na feed de notícias, como ocorre atualmente, mas também pelo Stories ou enviadas a usuários selecionados a dedo, via Direct (nesse caso, assim como no Stories, fotos e vídeos somem em 24 horas).   O que muda no layout do Facebook     um ícone de câmera foi adicionado no topo, à esquerda; a ferramenta também pode ser acionada ao deslizar a tela para a direita. uma barra com botões redondos com as fotos de amigos foi incluída na parte superior do app; eles indicará quais contatos publicaram “stories”; um botão “Direct” foi incluído para assinalar as fotos e vídeos entregues diretamente por contatos e recebidos dessa forma; o ícone do Messenger saiu da barra inferior e foi parar lá no topo do app, à direita.     Como funcionam as Stories e o Direct:     Para acionar a câmera basta tocar o ícone no topo do app à esquerda ou deslizar a tela inicial para a direita; Com ela, é possível gravar vídeos e fotos e aplicar às imagens filtros animados, máscaras de animais e personagens de filmes, além de molduras e efeitos como neve caindo. Essas imagens podem ser publicadas no Stories, enviadas pelo Directou no feed de notícias; Se a opção for o Stories, as imagens ficam no ar por 24 horas a partir da publicação e podem ser vistas por todos os contatos, de acordo com a escolha de privacidade --podem ser criadas listas de restrição; Se a opção for o Direct, ou seja, enviar imagens a contatos selecionados um por um, fotos e vídeos serão exibidos por 24 horas a partir da primeira visualização; essas mensagens podem ser replicadas por texto ou novas imagens.     Facebook x Instagram   Outra mudança que aproxima Facebook e Instagram é a lista de Stories. Os posts publicados por contatos nessa modalidade serão agrupados numa barra com ícones redondos que ficará no topo do app. Segundo Monga, as mudanças foram feitas para acompanhar duas tendências no mundo das redes sociais: a predisposição das pessoas para ver e fazer mais vídeos e a preferência pelo compartilhamento “mais flexível” e restrito. Para o gerente do Facebook, não há possibilidade de os usuários se confundirem com as várias ferramentas de publicação de imagens efêmeras espalhadas por tantas plataformas ou que um desses recursos acabe canibalizando os demais. Além de estar presente no Instagram e no WhatsApp, a publicação de imagens efemêras está no Messenger, o serviço de chat do Facebook. “A ferramenta do Stories no Instagram, por exemplo, é muito diferente da que vamos lançar no Facebook”, comenta Monga, em referência ao Boomerang, que cria imagens que ficam rodando. Outra diferença é que os vídeos ao vivo no Instagram podem ser acionados diretamente pelo ícone da câmera, enquanto essas transmissões no Facebook são iniciadas por meio da tradicional caixa de texto para fazer publicações no feed de notícias. “Vai ser muito diferente porque as pessoas usam de diferente formas.”   Facebook x Snapchat   Monga diz ainda que os outros recursos não foram um aquecimento para as Stories. De quebra, rebate a crítica de que essa e as outras ferramentas foram clonadas do Snapchat, já que se tratam de um “formato de padrão da indústria com o qual as pessoas querem compartilhar conteúdo”. “Muitas das coisas que hoje são padrões da indústria como feed de notícias começaram como um app sozinho e foram sendo apropriados por todos os outros apps e se tornaram um padrão compartilhado como o formato certo para uma boa experiência. Ou se pensarmos em outros conteúdos como filtros de imagem do Instagram ou as hashtags, que nasceram em um outro serviço, e foram amplamente adotadas, nós podemos ver que o mesmo está acontecendo com o Stories ou a câmera como centro do app.”    

Fonte: G1
21:00 as 21:00
Peça a sua música!
Envie seu Pedido Musical preenchendo todos os dados abaixo:
Atendimento
Rua Djalma Barroso da Costa, 227 - Diadema/SP
Ligue agora
Horário de atendimento
08:00 AS 18:00 HS